A questão da água

(Informações adaptadas do portal MUNDO DOS FILÓSOFOS aqui)

Se até alguns anos atrás, a idéia de pessoas duelando por fontes de água em um mundo desértico só passava pela cabeça de roteiristas de filmes futuristas de gosto duvidoso, hoje esta previsão sombria faz parte da agenda de preocupações da Organização das Nações Unidas (ONU). A guerra pela água não só pode acontecer como já aconteceu e temos como exemplo a Guerra dos Seis Dias que ocorreu entre Israel e paises árabes.
Segundo o Prof.Wilder Pappetti, tem grande probabilidade da água desencadear a 3° Guerra Mundial e que a mesma venha a ocorrer no Brasil, pois temos grandes reservas de água e em especial o Arquífero Guarani que é o maior manancial de água doce do mundo.
A água é o elemento básico para a vida. Básico, simples, mas jamais reproduzido em laboratório. Embora a fórmula seja simples – dois átomos de hidrogênio e um de oxigênio (H2O) – ela nunca foi sintetizada. Não sendo possível reproduzi-la, resta aos governos duas alternativas que já vem sendo utilizadas com sucesso em alguns países: a reciclagem da água de esgoto e a dessalinização da água salgada. O grande empecilho a estas medidas são seus custos, pois são caros em relação ao tratamento de água doce.
A questão da água potável é séria. É um tema que não se restringe apenas a governantes, mas também à população em geral, que deve se informar sobre o assunto, educar-se para evitar o desperdício.

Até logo,

Lucas Santos.

About these ads

2 respostas em “A questão da água

  1. Interessante o assunto, vejo que muitos não se importam com a questão da água e isso querendo ou não acho uma forma de hipocresia, falta de carater, uma vez que a aguá não é finita, se desperdiçamos estamos prejudicando o futuro nosso e de nossos procedentes, parabéns pelo artigo, show de bola!!!!!

  2. Muito bom o artigo! Apenas uma ressalva: o maior reservatório de água doce do mundo é o Aquífero Alter do Chão. Integralmente localizado no Brasil, engloba os estados de AM, PA e AP e possui um volume em torno de 86mil km cúbicos de água potável.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s